A Sociedade do Ninho de Cobras

postado em: Cotidiano, Relacionamentos | 0
felicidade
Uma sociedade amiga, fraterna, onde todos possam crescer e serem tratados como iguais. Estamos muito longe dessa realidade? Podemos ainda sonhar com essa sociedade?

Amigos que se transformam em inimigos, por motivos cada vez mais absurdos e esdrúxulos, onde todos têm de interpretar um determinado personagem, para agradar os outros. Vivemos numa sociedade, em que os seus inimigos, não são os rivais declarados, mas aqueles que são os verdadeiros aliados. Aqui, nesta nefasta sociedade, onde as pessoas preferem agir na falsidade, e pegar na traição. Vivemos numa sociedade desonrosa, em que as pessoas vivem atacando desprevenidos, sem qualquer chance de defesa, sem qualquer senso de justiça.

Essa é a nossa sociedade, onde não podemos mais confiar em ninguém, em ninguém mesmo, a não ser em si próprio. Pois é tendo a confiança em si próprio, que haverá uma confiança em pessoas que estão ao seu lado, de verdade, eliminando o joio, dentre o trigo, a descobrir quem é realmente fiel. Não se pode ter confiança no próximo, se não confiar em si próprio. Como também não se, pode confiar cegamente no próximo, sem precedentes, o que mostraria uma verdadeira tolice, por sinal.

Assim é a nossa sociedade, que infelizmente estamos vivendo, numa sociedade de cobras, uma sociedade egoísta, do ter a qualquer custo, do ter acima de tudo, uma sociedade desigual e desleal. Isso mostra que a humanidade vive tempos difíceis. Estamos em uma sociedade em que as pessoas preferem brigar pelo pão, ao invés de repartir o pão, uma sociedade em que todos lutam e competem entre si, para serem melhores que os outros, ao invés de fazer o outro crescer. Uma sociedade que se preza em julgar e condenar, ao invés de ajudar.

Então como deveremos viver nessa sociedade tão hipócrita, tão nojenta e tão absurda como ela tem se mostrado em todo tempo? Simplesmente vivendo no amor e nunca deixando de acreditar no amor. Ser você mesmo, dizer o que pensa, é uma tarefa muito difícil, pois isso faz levantar perseguidores por todos os lados, até mesmo de segmentos que você nem imagina, e tem muito afeto, como na família, por exemplo. Devemos viver na sinceridade e procurar as pessoas que também não se conformam com essa sociedade hipócrita, já que a união faz a força.

Eu penso que as pessoas se tornam assim, porque as pessoas não conseguem ser felizes e se aceitarem, se dar bem consigo mesmas, e querem que o mundo inteiro sinta as mesmas frustrações, da qual ela passa ou sofre, para então se sentirem confortáveis. As pessoas são invejosas e tomam conta de sua vida, fazendo um verdadeiro Big Brother, pois as mesmas não se sentem felizes de fato. Devemos semear a alegria e o amor nos corações das pessoas, não desgraças. Devemos semear a paz, não a discórdia. Assim, poderemos transformar a nossa sociedade, onde todos são humanos, ao invés de máquinas. Vamos por fim, construir uma sociedade onde todos olhem os diferentes como os iguais. De nada adianta jogar fora, toda a sua felicidade, para poder ser normal e viver como os outros.
Tweet about this on TwitterShare on FacebookShare on Google+Share on LinkedInShare on VKShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone
Seguir Fábio Valentim:

Analista de Sistemas e Escritor

Uma pessoa que está sempre disposta a acreditar nos sonhos, no amor e na felicidade até as últimas consequências. Sou proprietário e editor-chefe do Baú do Valentim.

Últimos Posts de
  • Anônimo

    O antídoto teremos que buscar em nós mesmo, num exame de consciência verdadeiro.
    @sulains

  • Anônimo

    O antídoto teremos que buscar em nós mesmo, num exame de consciência verdadeiro.
    @sulains

  • Bom dia Príncipe Valentim, passando para deixar meu mimo pra você aqui.
    Obrigada por apresentá-me seu lindo Blog.
    Lendo seus belos textos.
    Parabéns!!!
    Fique com meu carinho amigo confrade.
    BeiJaness em seu coração.

  • Bom dia Príncipe Valentim, passando para deixar meu mimo pra você aqui.
    Obrigada por apresentá-me seu lindo Blog.
    Lendo seus belos textos.
    Parabéns!!!
    Fique com meu carinho amigo confrade.
    BeiJaness em seu coração.