Não! Não Somos Preconceituosos!

Pessoas normais rejeitam o diferente. Pessoas especiais olham o diferentes como iguais.
Pessoas normais rejeitam o diferente. Pessoas especiais olham o diferentes como iguais.

O título, na verdade é uma verdadeira ironia, pois é grande o preconceito em nossa humanidade em todos os setores, mas ele ainda é piorado com a ditadura do ser correto do ser correto, ser sempre o certo e praticar de acordo com as normas morais que nos foram impostas. O preconceito é a principal ferramenta dos agentes do politicamente correto, pois estes mesmos agentes criam um padrão de ser humano e a partir daí, conceituou-se uma ideia de um ser humano perfeito, com todas as características físicas, emocionais e pessoais e perseguir quem realmente não estiver dentro destes padrões.

E como todo e qualquer conceito retrógrado, acaba se tornando preconceito e gerando muitos outros que acabam gerando discriminação e até atitudes violentas como forma de “purificar” a humanidade, fazendo com que todos sigam o mesmo padrão, como a própria História mostra vários exemplos. O preconceito é a maior de todas as deficiências, pois metade de todos os problemas sociais e familiares do mundo, são gerados através do preconceito. O ser humano sempre teve a essência se ser superior um ao outro, principalmente por ter uma característica preconizado pela sociedade, que idealiza um ser perfeito.

Antigamente, as manifestações preconceituosas são muito mais claras e até mesmo coniventes. Estudamos História e vamos reparar e pensar que países escravocratas, como o Brasil e EUA, foram tão genocida ou pior que a Alemanha Nazista. Vidas e famílias foram destruídas e o conceito de humano chega até mesmo a ser questionado ao longo dos séculos. Hoje em dia podemos dizer que existe preconceito e manifestações preconceituosas? Sim, ela existe. O ser humano não nasce com preconceito. Um bebê aceita se relacionar com qualquer pessoa que ele quiser, não olhando a raça, a religião ou de onde a pessoa veio. O preconceito, a rejeição pelo diferente é desenvolvido e educado pelas pessoas. O que existe atualmente é o preconceito velado, o preconceito escondido e sutil, mas que exclui, agride e violenta as pessoas, tornando insensíveis e intolerantes uns com os outros.

As mesmas pessoas que alimentam a ditadura do politicamente correto (especialmente nos dias de hoje), são as mesmas pessoas que alimentam o preconceito e são as mesmas pessoas que promoveram genocídio em nome da “purificação da raça humana”. Gritamos ao mundo que não somos preconceituosos e para o inglês ver e aplaudir, dizemos que somos intolerantes a todos os seres humanos, não importando raça, cor, religião, classe social ou orientação sexual, mas na prática, praticamos sim o preconceito e a discriminação, vigiando e monitorando incessantemente a pessoa que apresenta características fora do padrão estipulado de homem perfeito, esperando uma primeira atitude errada, segundo os agentes do politicamente correto. Daí, as pessoas passam a julgar e condenar, mostrar toda a sua “indignação” nas ruas e nas redes sociais através de palavras vazias, inclusive atacando outras pessoas que não tem nada a ver com a história. Isso gera uma manifestação preconceituosa de boa parte da sociedade que liberta suas filosofias puras que os mesmos pregavam no passado.

O que devemos fazer é combater esse mal, inclusive em nós mesmos e principalmente na formação moral do ser humano, sem ser hipócrita. Devemos ter a consciência que mesmo diferentes devemos ser que somos todos iguais, ou seja, todos somos seres humanos, pois pessoas iguais rejeitam o diferente e pessoas especiais olham os diferente como iguais.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInShare on TumblrShare on VK
Seguir Fábio Valentim:

Analista de Sistemas e Escritor

Uma pessoa que está sempre disposta a acreditar nos sonhos, no amor e na felicidade até as últimas consequências. Sou proprietário e editor-chefe do Baú do Valentim.

Últimos Posts de
  • Amei a Foto! Amei o texto! O bom de viver é que somos um diferente do outro e ambos se completam!

  • Amigo, sinceramente, quero comentar a parte histórica e social amanhã! Estou sem "chão" diante de tudo que acredito e vejo acontecendo traduzido em palavras.
    Falando sério eu estou com os olhos cheios de lágrimas e de coração: _ quero todos os meus amigos lendo esse texto.
    A cada vez que releio a emoção aumenta. Sabe, mexe com minha essência, com a minha alma.
    Hoje te deixo minha emoção; amanhã te falo com um pouquinho mais de razão.

  • Amigo, sinceramente, quero comentar a parte histórica e social amanhã! Estou sem "chão" diante de tudo que acredito e vejo acontecendo traduzido em palavras.
    Falando sério eu estou com os olhos cheios de lágrimas e de coração: _ quero todos os meus amigos lendo esse texto.
    A cada vez que releio a emoção aumenta. Sabe, mexe com minha essência, com a minha alma.
    Hoje te deixo minha emoção; amanhã te falo com um pouquinho mais de razão.